‘Viva a Cultura’ terá nova edição neste fim de semana

Neste sábado e domingo (08 e 09/08), o projeto ‘Viva a Cultura’ terá mais shows ao vivo com artistas locais. Estão programadas 18 atrações, com apresentações realizadas pela internet.

As exibições serão transmitidas pelo Facebook da Prefeitura de Bauru (https://www.facebook.com/prefeituradebauruoficial/) e pelo Canal do YouTube da Secretaria de Cultura de Bauru (https://www.youtube.com/channel/UCnXgjUZgsQo_snqtQnbtrNg), com objetivo de dar continuidade à difusão cultural na cidade.

O Projeto é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura, com o patrocínio do Grupo Zopone e apoio da Net Claro e TV Prevê.

Programação do sábado (08/08)

15h – Dupla Sentido – “A um clic de distância”
Paulo Eduardo Campos e Tatiana Sá formam a “Dupla Sentido”. Os atores buscam, na peça “A um clic de distância”, reproduzir o casal moderno e seus diálogos. Um dos atrativos é o enfoque dado ao aparelho celular e a dinâmica que o eletrônico exerce na vida do casal.

15h45 – Pindorama Trio – “Viajando pelo Brasil com Pindorama Trio”
Criado em 2019, o Pindorama Trio busca trazer um repertório diversificado e misto, assim como o Brasil. Formado por João Mateus, José Eduardo e Pedro Vieira, o Pindorama tocou no Festival de Inverno de Bauru em 2019 e em outros locais da cidade. Em “Viajando pelo Brasil com Pindorama Trio”, o grupo percorre estilos musicais do Brasil com um formato intimista.

16h30 – Rafael Maia – “O chamado mítico pela paz”
Rafael Maia, 30 anos, é artista plástico autodidata e responsável por promover o 1º FestinBau – Festival de Teatro Independente de Bauru. Rafael fez parte da Cia. Titius, do Grupo Ato, do Solar Núcleo de Teatro e fundou o Folia do Divino, grupo que resgata a cultura popular do reizado em Bauru. “O Chamado Mítico pela paz” é uma narrativa que retrata um plano de salvação da raça humana na Terra.

17h15 – Nél Marques e Banda Invisível – “Santa Sina”
Aos 30 anos e após percorrer países como Espanha, Uruguai, Chile, Peru e Argentina, Nél Marques volta a Bauru com a recém formada Banda Invisível. Na apresentação de seu novo álbum “Santa Sina”, Nél Marques e Banda Invisível trazem canções que falam sobre o amor, a vida e o mundo que vivemos.

18h – Mariana Boico – “Inquietude de dias estagnados”
Aos 24 anos, Mariana Boico é atriz formada pela Unisagrado, assistente de produção audiovisual e arte-educadora. Atuando desde 2011, participou de grupos como Literato, pelo qual ganhou dois prêmios de melhor atriz coadjuvante. No projeto “Inquietude de dias estagnados”, dramatiza o poema “Na floresta do alheamento” de Fernando Pessoa, encenando-o em forma de monólogo e de maneira intimista.

18h45 – River Go – “Beira Rio”
A River Go foi fundada em 2018 e é formada por Alan Augusto, Felipe Luz, Jeff Reis e Lucas Jung. Essencialmente do Rock, já apresentou-se em festivais como o PiraRock, MetalStock, Qfestival, no qual ganhou um concurso de bandas em 2019, entre outros . Para o “Viva a Cultura”, a banda apresenta o EP “Beira Rio”, lançado no ano passado, performando músicas autorais do álbum e outros singles lançados.

19h30 – Larissa Zulian – “Que Larica é essa?”
Larrisa Zulian, atriz de 44 anos, fez parte do Festival de Artes Cênicas de Bauru, do Festival da Primavera, da Companhia Estável de Dança, entre outros. Com “Que Larica é essa?”, Larissa retrata a personagem criada por ela. Uma caipira moderna que adora dar opinião sobre tudo.

20h – Supersonica – “Um sonho desafinado”
A Supersonica é uma banda formada em Bauru em 2008 e hoje conta com Léo Couto, Marcio Lanzarini e Euler Silva. No mesmo ano, ganhou um concurso de músicas autorais, estímulo que levou a banda a gravar um EP. Após o lançamento de outro EP, o primeiro disco, Samsara, foi criado. Desde então, a Supersonica participou de concursos, coletivos, festivais e afins, fazendo abertura de shows para grupos como Sepultura. Com “Um Sonho Desafinado”, cantam músicas autorais do EP lançado em 2020.

21h – Eclipse Oculto (Caetano Veloso Tributo) – “Pássaro proibido. Uma verdade tropical”
Formada por André Alcântara, David Calleja, João Ricardo e Luiz Manaia, a Eclipse Oculto homenageia Caetano Veloso. Com apresentações em casas noturnas, em eventos culturais e no SESC, a banda busca ser uma fotografia da carreira do cantor. Em “Pássaro Proibido”. Uma verdade tropical”, a banda apresenta um repertório com diferentes fases do compositor baiano.


Programação do domingo (09/08)

15h – Cia. Teatral Mandrágora – “O monstro da ignorância”
A Cia. Teatral Mandrágora foi fundada em Bauru, no ano de 2002. Trabalhando com arte, conta com montagens teatrais, performances, oficinas, entre outros, em sua história. A Cia Teatral Mandrágora, com “O Monstro da Ignorância”, conta a história inspirada no livro “Agora não, Bernardo”, de David McKee.

15h45 – Cátia Machado – “Agora sim”
Cátia Machado é compositora há mais de 20 anos. Musicista, apresentou-se na Semana da Mulher-2018, integrou o grupo Compositores em Essência – O Show! Vol.1, esteve em três edições do Sarau das Mina, é integrante do Trio Seresteiro – Cantigas e Cantares e muito mais. Em “Agora Sim”, faz um pocket show com as músicas do disco autoral lançado no Festival de Inverno de Bauru em 2019.

16h30 – [#Nô(a)h#] – “Mistérios em monólogos – poesia ao vivo”
[#Nô(a)h#] é o nome adotado por Leonardo Alípio de Miranda Benini, para ser seu “Eu” poético. Desde 2009, quando começou a recitar poesias na Bahia, nunca mais parou. Em 2015, lançou o livro “Rimas ao Tarô”, em 2016, “Mistérios” e em 2017 o livro de um só poema, o “Estar Vivo é Loucura”. Em “Mistérios em Monólogo – poesia ao vivo”, o artista faz a declamação de poesias teatralizadas em forma de monólogo.

17h15 – Lucia Oliveira – “Circularidades”
Dançarina desde os quatro anos, a bauruense Lucia Oliveira começou a carreira com o Grupo Imagem. Formada no curso “Body Control Pilates”, de Londres, especializou-se em Pós-Reabilitação pela Polestar Pilates Education/Physiopilates e em Fletcher Pilates. Na apresentação “Circularidades”, executa movimentos espirais com frases coreográficas em repetição em intensidades diferentes, dialogando com a obra de Serendipity.

18h – Quarto Escuro – “Quarto Escuro”
Quarto Escuro é uma banda bauruense de rock focada em músicas autorais. Composta por Willians Ferreira, Gustavo Silvino, Jo Bulhões e Goio Medeiros, busca levar, por meio de sua apresentação, reflexões sobre o cotidiano e os sentimentos.

18h45 – Gabriel Duarte – “Tenho em mim”
Natural de Presidente Prudente, Gabriel Duarte é formado em Jornalismo pela Unesp e é artista performático desde 2016. A partir de então, atuou, performou, produziu textos e fez vídeos. Atualmente é colaborador do projeto “performing_project_sessions”, no qual contribui com a produção de vídeo-performance e conteúdo textual. Para o “Viva a Cultura”, traz “Tenho em Mim”, onde fala sobre sentimentos íntimos, como isolamento, carência e construção de identidade.

19h30 – Obscuro Lavrador – “Os últimos dias de Bauru”
Formada, em 2018, por Luis Paulo Domingues, Walace Souza e Eric Nakamura, a Obscuro Lavrador tem como principal objetivo compor músicas e apresentar um trabalho diferenciado dentro do rock. Com “Os últimos dias de Bauru”, a banda apresenta músicas do álbum de estreia, previsto para 2020.

20h15 – Gael Gramaccio – “A outra Madame Satã”
Gael Gramaccio é ator, performista, colagista e articulador cultural e artístico. Co-fundador do Grupo Maquinaria e da casa cultura Alunte, apresentou trabalhos no Sesc Bauru, Espaço Protótipo, Museu da Imagem e Som de Bauru, Teatro Municipal de Bauru, Pinacoteca Municipal e outros. Na apresentação “A Outra Madama Satã”, o ator faz uma performance teatral de um roteiro e direção originais, no qual explora questões pertinente à negritude e da arte em geral falando sobre João Francisco do Santos.

21h – High Voltage – “AC/DC Cover”
A High Voltage foi fundada em 2007, na cidade de Bauru, com o intuito de levar o rock da banda australiana AC/DC para a cidade e região. Formada por Douglas Papassoni, Paulo Trindade, Agostinho Felício, Ricardo Gasparini e Euler Silva, a banda tocou nos estados de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e São Paulo. A apresentação da banda visa trazer músicas da banda AC/DC e prestar tributo à mesma.


Serviço
‘Viva a Cultura’
Programação de sábado (8):
15h – Dupla Sentido – “A um clic de distância”
15h45 – Pindorama Trio – “Viajando pelo Brasil com Pindorama Trio”
16h30 – Rafael Maia – “O chamado mítico pela paz”
17h15 – Nél Marques e Banda Invisível – “Santa Sina”
18h – Mariana Boico – “Inquietude de dias estagnados”
18h45 – River Go – “Beira Rio”
19h30 – Larissa Zulian – “Que Larica é essa?”
20h15 – Supersonica – “Um sonho desafinado”
21h – Eclipse Oculto (Caetano Veloso Tributo) – “Pássaro proibido. Uma verdade tropical”

Programação de domingo (9):
15h – Cia. Teatral Mandrágora – “O monstro da ignorância”
15h45 – Cátia Machado – “Agora sim”
16h30 – [#Nô(a)h#] – “Mistérios em monólogos – poesia ao vivo”
17h15 – Lucia Oliveira – “Circularidades”
18h – Quarto Escuro – “Quarto Escuro”
18h45 – Gabriel Duarte – “Tenho em mim”
19h30 – Obscuro Lavrador – “Os últimos dias de Bauru”
20h15 – Gael Gramaccio – “A outra Madame Satã”
21h – High Voltage – “AC/DC Cover”

Facebook da Prefeitura de Bauru:
https://www.facebook.com/prefeituradebauruoficial/
Canal do YouTube da Secretaria de Cultura de Bauru:
https://www.youtube.com/channel/UCnXgjUZgsQo_snqtQnbtrNg

Compartilhe nas Redes Sociais

+ Notícias