Foto: Arquivo-DAE

Regiões abastecidas pelo Batalha terão rodízio a partir de quarta-feira

*Reportagem atualizada às 17h, quando o DAE alterou o início do rodízio de domingo (13/09) para quarta-feira (16/09).

O DAE comunicou hoje (11/09), que por conta do longo período de estiagem e falta de previsão de chuva para os próximos dias, vai adotar a partir de quarta-feira (16/09), sistema de rodízio nos bairros abastecidos pelo Batalha. A autarquia explica que a medida tem como finalidade minimizar os efeitos da redução da produção de água distribuída pelo manancial, que hoje registra 2,68 metros, sendo que seu nível considerado ideal é de 3,20 metros.

O rodízio começa a partir da meia noite de quarta (16), com duração de 24 horas, e será alternado entre os bairros da região Vila Falcão e região do Centro/Altos da Cidade (lista abaixo).

Assim, a partir da meia noite de quarta (16) até meia noite de quinta (17) serão abastecidos os bairros da região da Vila Falcão. Da meia noite de quinta (17) até meia noite de sexta (18) o sistema será direcionado para a região central da cidade e, assim, sucessivamente.

“Importante salientar que durante a reversão do sistema (troca de abastecimento de uma região para outra), o setor atendido naquele momento não começa a receber água de maneira imediata. Isso porque é necessário a recuperação do sistema (“enchimento” das redes), que pode levar algumas horas, dependendo do tamanho e consumo de cada região”, explica o DAE em nota.

A autarquia afirma que o critério para definir o esquema de rodízio considera as manobras operacionais possíveis de serem feitas e obedecem critérios exclusivamente técnicos. A medida é emergencial e temporária, devendo ser interrompida assim que o sistema volte a ficar equilibrado. As demais regiões, que são abastecidas por água subterrânea (poços), não serão afetadas pela interrupção no abastecimento de água.

Batalha
Desde maio, a produção de água do rio Batalha está 10% menor em função da pouca disponibilidade hídrica. Além da estiagem prolongada, o aumento do consumo de água na cidade em razão das altas temperaturas registradas em pleno inverno e a baixa umidade relativa do ar contribuíram para o rebaixamento da represa.

O DAE explica que a participação da população será fundamental para que o rodízio não se prolongue. A orientação é para que os moradores façam uso racional da água, priorizando hábitos de higiene, principalmente para a prevenção ao coronavírus, e alimentação.

Através do apoio individual da população e com o rodízio, a autarquia entende que a água armazenada no manancial do Batalha possa ser suficiente até a vinda de chuvas em volumes satisfatórios.

“É muito importante que nesse momento todos compreendam que precisamos nos unir para um consumo de água racional e responsável”, ressalta o presidente do DAE, Eliseu Areco.

O DAE vai complementar com caminhões-pipa o abastecimento de água dos bairros que recebem água do Batalha. Os pipas podem ser solicitados através do 08007710195, que recebe ligações apenas de telefone fixo, ou 3235-6140 e 3235-6179 para ligações feitas por aparelho celular.

CRONOGRAMA DO RODÍZIO

Bairros que abrangem região da Vila Falcão (serão abastecidos nos dias 16, 18, 20, 22, 24, 26, 28 e 30)

Vila Independência, Vila Nipônica, Jardim Ferraz, Popular Ipiranga, Jardim Solange, Vila Santista, Jardim Ouro Verde, Jardim Vitória, Residencial Sabiá, Residencial Andorinhas, Núcleo Joaquim Guilherme, Granja Cecília, Vila Falcão, Alto Paraíso, Vila Pacífico, Vila Industrial, Residenciais Filardi, Vila Dumont I, Spazio Comendador e Shangrila, Vila Bela, Vila Dutra, Santa Cândida, Leão 13 e adjacências.

Bairros que abrangem região do Centro (serão abastecidos nos dias 17, 19, 21, 23, 25, 27, 29)

Centro, Altos da Cidade, Jardim Estoril, Jardim Aeroporto, Jardim Cruzeiro do Sul, Parque Paulistano, Jardim Carolina, Vila Cardia, Higienópolis, Vila Universitária, Jardim Panorama e adjacências.

Dicas práticas e simples que garantem economia de água
Neste período, lavagem de carros e calçadas devem ser evitadas. Outras dicas são:

  • Reduza o tempo ao banho, pois o chuveiro é um grande consumidor de água tratada.
  • Feche a torneira ao escovar os dentes e ao fazer a barba.
  • Não lave a louça com água corrente: passe rapidamente água nas louças, ensaboe os pratos e utensílios. Abra a torneira apenas para enxaguar.
  • Só use a máquina de lavar louça ou a de lavar roupa com capacidade total.
Compartilhe nas Redes Sociais

+ Notícias