Foto: Divulgação - Assessoria Sesi Vôlei Bauru

Fora de casa, Vôlei Bauru encara Osasco no primeiro duelo da final do Paulista

O Sesi Vôlei Bauru começa a disputar, neste sábado (17/10), diante do Osasco/Audax/São Cristóvão Saúde, a segunda final de Campeonato Paulista de sua história. A primeira partida da decisão do título da edição 2020 da competição será em Osasco, no ginásio José Liberatti, às 21h30, com transmissão ao vivo pelo SporTV2.

Sesi Vôlei Bauru e Osasco voltam a se encontrar em uma final de Estadual após 2018, ano que marcou a inédita conquista do Paulista pelo Sesi Vôlei Bauru. A exemplo das semifinais, a decisão do título do Paulista 2020 também será em dois jogos com golden set em caso de empate para definir o campeão. O segundo duelo será na próxima terça-feira (20/10), às 21h30, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru.

O Sesi Vôlei Bauru chega à decisão com campanha impecável até o momento. Foram sete jogos e sete vitórias, uma delas diante do próprio Osasco, e apenas um set perdido. No entanto, para o técnico do Vôlei Bauru, Anderson Rodrigues, o retrospecto e o excelente desempenho alcançados na primeira fase devem ser deixados de lado a partir de agora.

“Não vai (o retrospecto) influenciar em nada. Agora é um outro campeonato em que se zera tudo. Pode-se fazer uma excelente fase classificatória e chegar em uma semifinal ou final e perder. Por isso, temos de ter as partes emocional e disciplinar, tanto taticamente como tecnicamente, muito bem treinadas. Só assim conseguiremos ter bons resultados”, analisa o treinador.

Já a ponteira Suelle enfatiza que enfrentar Osasco em uma final é um desafio gigante, especialmente pela tradição – o rival é o maior campeão estadual – e qualidade do elenco adversário, o que exige uma preparação especial. “Temos de reconhecer nossa evolução ao longo da competição, pois começamos de uma forma e chegamos completamente diferentes na final, mais preparadas e confiantes. E, na semana de uma final, precisamos nos preparar de forma um pouco diferente e mais intensa psicologicamente e tecnicamente. Teremos um enorme desafio pela frente, pois Osasco tem um elenco muito forte e experiente e com grande poderio de ataque”, destaca a atleta.

Compartilhe nas Redes Sociais

+ Notícias