lex Garcia retorna ao Zopone Bauru Basket (Divulgação/Bauru Basket)

Alex Garcia retorna ao Bauru Basket

O Zopone Bauru Basket acertou o retorno do ídolo e multicampeão Alex Garcia. O ala de 40 anos, está de volta à sem limites com contrato de uma temporada e fará parte do elenco junto com o jovem armador Alexey Borges, Dikembe da Silva e Larry Taylor.

Um vídeo emocionante contou a novidade, assista:

Diogo Zopone, diretor da patrocinadora máster do Dragão, Zopone Engenharia, ressaltou a importância do retorno do atleta. “Além de ídolo na cidade, sabemos do potencial do Alex como jogador dentro e fora da quadra. Isso é o que nos motivou para trazê-lo de volta à Bauru”.

Além do título no NBB9, quando integrou o Time dos Sonhos do campeonato e terminou como MVP das finais, ‘Brabo’ foi outras duas vezes vice do NBB (2014/15 e 2015/16), campeão paulista (2014), da Liga Sul-Americana (2014), da Liga das Américas (2015) e vice do Mundial de Clubes (2015) defendendo as cores do Dragão. Alex foi também o melhor defensor em nove das onze edições do NBB, além de eleito quatro vezes Melhor Ala (2008/2009, 2009/2010, 2010/2011 e 2011/2012) e MVP do NBB8.

Com seus 1,90 metros de altura, Brabo disputou todos os 26 jogos do Minas e teve uma média de 16,3 pontos, 5,3 rebotes, 4,5 assistências e 17,2 de eficiência em sua atuação pelo último NBB.

“Estou feliz demais em voltar para esse time, voltar para minha casa e saber que vou vestir a camisa do Bauru por mais um temporada. Bauru é a cidade que me abraçou e abraçou minha família, isso é o que me motiva. Poder ter a oportunidade de repetir tudo que conquistamos no passado me deixa ansioso e empolgado para começar. Estou pronto para brigar por títulos novamente”, afirma.

Gestor do Zopone Bauru Basket, Vanderlei Mazzuchini ressaltou a importância da contratação do jogador. “O Alex é uma referência para o time, uma referência para os patrocinadores, um líder e, assim como eu, apaixonado por Bauru. Isso mostra o potencial dele e o quanto ele é importante para podermos manter esse projeto vitorioso em busca de novas conquistas. Tenho muito à agradecê-lo, confiou no nosso projeto e está de volta para a alegria de todos os torcedores da cidade”, disse.

Para André Goda, Brabo tem um peso gigante fora da quadra. “Agradecemos muito ao Alex, pela confiança no nosso trabalho. Sabemos que estrelas como ele transmite uma credibilidade diferenciada para o projeto, para os patrocinadores e para Bauru. Agradecemos também aos apoiadores que nos permitiram concretizar este sonho e seguimos na busca de novos parceiros para compor os aportes para a próxima temporada e garantir novos reforços”.

Perfil campeão
Aos 40 anos e 1,90m, Alex Ribeiro Garcia é natural de Orlândia e foi campeão por todas as equipes que passou. Apareceu para o basquete nacional defendendo a equipe do COC/Ribeirão Preto, onde foi tricampeão paulista (2001, 2002 e 2003) e campeão brasileiro em 2003.

Na temporada seguinte, foi jogar na NBA, onde atuou um ano pela franquia do San Antonio Spurs e outro pelo Hornets de New Orleans. Depois de dois anos nos Estados Unidos, retornou, em 2006, ao COC/Ribeirão Preto, e foi campeão paulista. Com o fim da equipe de Ribeirão, se transferiu para o Brasília, em 2007, e já no primeiro ano faturou o campeonato brasileiro (então pela CBB) com a equipe do Distrito Federal.

No ano seguinte, teve sua segunda experiência internacional, atravessou o Atlântico e foi jogar em Israel, onde foi vice-campeão da Euroliga pelo Maccabi Tel Aviv. De volta ao Brasil em 2009, foi tricampeão do NBB e bicampeão do Sul-Americano de Clubes pelo UniCEUB/BRB/Brasília. Depois, assinou com Bauru, onde nas três temporadas chegou à decisão do campeonato nacional.

Desde 2001 acumulando convocações para a seleção brasileira de basquete, Alex foi fundamental na conquista da medalha de prata no Pré-Olímpico de Mar del Plata (ARG) em 2011, que garantiu o Brasil nas Olimpíadas de Londres-2012 após 16 anos de ausência. Além dos Jogos Olímpicos de Londres (quinto lugar), o ala também defendeu as cores da seleção brasileira em quatro Copas do Mundo (2002, 2006, 2010 e 2014), foi duas vezes campeão da Copa América (2005 e 2009), duas do Pan-Americano (2003 e 2007) e uma vez campeão do Sul-Americano (2003).

Compartilhe nas Redes Sociais

+ Notícias